A Escola da Consultoria

Elevando a consultoria independente a um novo patamar de excelência e respeitabilidade

Viver com qualidade, colaborar com empresas e pessoas que admiramos, fazer o que sabemos e gostamos, produzir resultados que nos dão orgulho, e sermos valorizados por isso.

Difícil? Sem dúvida.

Possível? Com certeza. Caso contrário, por que alguém desejaria ser consultor?

A Escola da Consultoria existe para que isso se torne realidade.


Estamos em nosso período de recesso, sem abertura de novas inscrições. Logo reabriremos.


Reiniciaremos nossas atividades com um foco ainda maior no consultor independente que, para nós, é:

  • Mais do que apenas um consultor, uma pessoa que tem objetivos pessoais, profissionais e sociais maiores na vida, e enxerga na consultoria um meio especial para alcançá-los.

  • Um técnico de alto nível dentro em pelo menos mais de uma área de expertise,  que acrescenta a essas competências a capacidade de considerar o contexto, a motivação e as habilidades no cliente no processo de compreender a situação e construir alternativas de solução.

    Originalmente, pode ser um advogado, administrador, economista, profissional de marketing, engenheiro de processos, designer, psicólogo, educador, e mais uma dezena de outras profissões, às quais acrescenta a arte de produzir valor sem ter autoridade hierárquica, e preparar o cliente para sustentar esse valor ao longo do tempo, de maneira autônoma.

  • Uma pessoa dotada de capacidade crítica construtiva para não se deixar levar por modismos e tendências gerais porém, ao mesmo tempo, mantendo a atitude de não descartar por princípio aquilo que desconhece, ou conflita com suas preferências e conhecimentos atuais.

  • Alguém que jamais será um vendedor de "soluções" pré-fabricadas à procura de mercados. Sua ênfase são sempre os desafios dos clientes, desde que compatíveis com seus objetivos de vida.

  • Um consultor que trabalha, em geral, sozinho ou em pequenos grupos.

  • Excepcionalmente pode estar dentro de uma consultoria tradicional grande ou média, multinacional ou nacional, mas tem pensamento próprio e uma visão de carreira que não se limita à empresa a que pertence.

  • Em alguns momentos o consultor independente pode exercer a gestão temporária, mas não atua regularmente como terceirizado nem submetido à autoridade hierárquica do cliente.

Acima de tudo, o consultor independente acredita no mantra da Escola da Consultoria:

Viver com qualidade, colaborar com empresas e pessoas que admira, fazendo o que sabe e gosta, produzindo resultados que dão orgulho justo, e sermos valorizados por isso.


Vamos conversar?


Se tudo isso fizer sentido para você, estou disponível em [email protected], ou no Linkedin.

Será um prazer trocar ideias sobre a nossa profissão.